Antiinflamatório e pomada para Bursite no Ombro, Tratamentos

A bursite no ombro é um problema bem comum em pessoas que costumam fazer movimentos repetitivos e é caracterizado por uma dor que pode se estender para o braço e ainda apresentar inchaços e dificuldades de movimentar essa articulação dependendo da gravidade do problema.

O ombro possui uma das articulações mais complexas do esqueleto humano e é formado de três ossos além de muitos músculos, tendões e ligamentos. O ombro permite uma articulação para movimentar o braço de diversas formas permitindo movimentos bem variados.


Mas para que todo o trabalho dessa articulação seja feito sem muito atrito e com um melhor amortecimento aos impactos entre as estruturas anatômicas do ombro existe a Bursa que uma bolsa com líquido lubrificante localizada abaixo do Acrônio e do músculo Deltóide.

Quando a bursa inflama damos a essa inflamação o nome de bursite e essa mesma inflamação dá início ao processo da Síndrome do Impacto do Ombro quando não apenas a bursa se encontra comprometida, mas também os músculos que passam pelo espaço subacromial que apresentam sinais de tendinite.

Quais as Causas

A bursite no ombro pode ter causas variáveis, pois podem ser por conta de traumas ou movimentos repetitivos e excessivos do ombro, um problema que pode surgir na vida de jogadores de tênis, praticantes de natação, pintores, jogadores de vôlei, trabalhadores da construção civil, jardineiros, entre outros profissionais que trabalham bastante com um ou os dois ombros. (Leia também: COMO ALIVIAR DOR NO PESCOÇO E NO OMBRO ).

bursite-no-ombro-inflamacao-da-bursa

Outras causas – a bursite do ombro também pode ser motivada por algumas doenças inflamatórias como gota, artrite reumatóide, polimialgia reumática, esclerodermia, lúpus, entre outras doenças.

Sintomas da doença

Em geral os indivíduos com o problema de bursite sentem fortes dores na parte superior do braço, ao longo do músculo deltóide que em algumas situações pode alcançar o cotovelo. Essa dor inicialmente é bem leve, mas se agrava a medida que o processo inflamatório se desenvolve se estendendo por dias e até semanas se agravando ainda mais conforme o indivíduo movimenta o braço.



A princípio essas dores acontecem mais quando o ombro é movimentado, mas na medida em que a inflamação se agrava, chega a um ponto que mesmo com o paciente em repouso a dor persiste dificultando até mesmo para que esse paciente concilie o sono, uma vez que mesmo nessa hora a dor não cessa.

Quando a inflamação não é tratada logo que se percebem os primeiros sinais, essa inflamação tende a se tornar crônica e com isso, a solução se torna mais complicada, uma vez que o local da inflamação pode receber depósitos de cálcio e provocar uma calcificação deixando toda a articulação desprotegida. (Recomendamos: QUAIS AS LESÕES MAIS COMUNS NA ACADEMIA E COMO EVITA-LAS ).

Como se chega ao diagnóstico

Ao visitar o médico especialista, depois de uma conversa rotineira do profissional com o paciente onde o médico precisará saber dos sintomas, é feito um exame físico e também alguns exames de imagem.

No exame físico o ortopedista exigirá que o paciente mova os ombros com movimentos variados enquanto observa quais os movimentos que acentuam as dores, o que leva a uma melhor confirmação do diagnóstico.

Ainda podem ser utilizada uma injeção de anestésico intra-articular que pode aliviar as dores, permitindo que o paciente recobre os movimentos de uma maneira bem ampla. Porém quando o problema é mais grave como a Capsulite Adesiva (ombro congelado) não é possível os mesmos resultados.

Em outras situações ainda, o médico pode sugerir um exame de radiografia ou ainda um exame de ressonância magnética para certificar-se desse diagnóstico.

Tratamentos de Bursite no ombro

Em primeira instancia opta-se pelo uso de analgésicos para a dor, bolsa de gelo e repouso, que se não for uma situação mais grave, de alguma forma vai resolver o problema. Porém em situações mais drásticas, o médico deverá sugerir outras formas de medicamento, tais como:

  • Medicamento a base de antibióticos se acaso a inflamação for por conta de uma infecção.

  • Outra solução são as seções de fisioterapia com exercícios variados para fortalecer os músculos do ombro, uma das soluções para aliviar as dores e evitar uma reincidência dessa inflamação.

  • As injeções com corticosteróides na região inflamada também é bem sugestiva para alguns tratamentos, confirmando alívio a dor e em alguns casos bastando para solucionar o problema.



  • Por fim, quando não se consegue resolver o problema de outra forma, a solução fica por conta de uma cirurgia. Nesse caso a cirurgia poderá ser para drenar o líquido da bursa ou remover esse órgão.

Porém, seja qual for o tratamento a ser feito, apenas o médico, depois de analisar cada caso, pode indicar a melhor solução para o problema, receitando também os medicamentos com a dosagem adequada a cada caso.

Além disso, após se iniciar um tratamento com medicamentos, esse não pode ser abandonado sem que o médico responsável seja consultado.

Antiinflamatórios para dor

  • Ibuprofeno 600 mg – Tomar de 6 em 6 horas
  • Nimesulida 100 mg – 1 comprimido a cada 12 horas
  • Pomada Cataflam pro – Aplicar no local e massagear

Como prevenir

Apesar de nem sempre ser um problema que se possa evitar, podemos pelo menos minorizar os sintomas a partir do momento em que comecem a se manifestar, veja como:

  • Evite carregar muito peso especialmente acima da cabeça, cargas pesadas demais aumentam a pressão sobre os ombros e com isso favorecem a inflamação da bursa.

  • Como todo problema causado por esforço repetitivo, no caso de uma bursite no ombro, para evitar essa inflamação, procure não forçar tanto os ombros e tire tempo para relaxar entre uma atividade e outra ou mesmo durante uma mesma atividade.

  • A partir dos primeiros sintomas, não espere para buscar por uma consulta médica, lembre-se que quanto mais cedo for diagnosticado o problema e tratado, mais fácil será de solucioná-lo.

Alguns bons alimentos que ajudam – parece um tanto estranho, mas também podemos prevenir os problemas como a bursite no ombro ou em outras regiões do corpo com uma alimentação correta. Nesse caso, precisamos conhecer alguns alimentos que contém propriedades anti-inflamatórias que contribuirão para uma maior proteção.

Frutas – podemos encontrar ótimos aliados para nos prevenir contra inflamações no corpo se ingerirmos frutas como a romã, melancia, cereja, acerola, laranja, morangos, uvas, abacaxi, entre outras que oferecem as vitaminas que agem como antioxidantes e tem propriedades anti-inflamatórias.

Sementes – as sementes de chia, gergelim, linhaça, entre outras são ricas em ômega-3 que também favorecem para proteger o corpo contra inflamações diversas.

Tem ainda os óleos vegetais como o óleo de coco e azeite de oliva extra virgem, as castanhas, o alho macerado, o açafrão e a cebola de cabeça que também contribuem com o fortalecimento do sistema imunológico para prevenir contra os processos infecciosos no corpo.

O que precisamos lembrar nessa hora é que todo alimento realmente saudável promove o bem estar de todo o organismo, e quando isso acontece o sistema imunológico também vai poder defender o corpo de qualquer perigo contra as inflamações.

O que é preciso evitar – assim como tem muitos alimentos que contribuem para proteger o sistema imunológico e com isso prevenir os processos infecciosos no corpo, também tem alguns alimentos que contribuem para que as inflamações ocorram.

Entre esses alimentos podemos citar: alimentos industrializados como os embutidos (salsichas, lingüiça, mortadela, apresuntado) têm ainda os hambúrgueres, lasanha pronta, comida pronta congelada, bebida alcoólicas, refrigerantes, sucos industrializados, entre outros alimentos onde encontramos aditivos químicos diversos, gordura saturada e açúcar em excesso.

Alguns exercícios FISIOTERÁPICOS para tratar

Extensão de ombro

Deite-se de costas e mantenha os braços ao seu lado. Junte-os acima do peito e depois estique-os sobre a cabeça cuidando para que eles não estejam dobrados.

Conte até 5 e volte a posição inicial. Faça esses exercícios em 10 seções por pelo menos 3 vezes durante o dia.

Empurrando o ombro

Encoste as costas na parede com os braços para o lado com as mãos na cabeça e pressione um braço de cada vez contra a parede mantendo-os pressionados por 5 segundos. Faça esse exercício em 10 seções cada por pelo menos 3 vezes ao dia.

Correção da postura

Por vezes uma postura errada também pode levar a inflamações da bursa, por isso, se existe essa dificuldade em sua vida, busque melhorar a sua postura seja na forma de andar ou mesmo quando estiver sentado.

Uma boa idéia é prender um cabo de vassoura entre os braços e as costas e andar por alguns minutos todos os dias. Ainda com respeito à postura, sempre que possível deite-se com a barriga voltada para cima em uma superfície plana e firme, pode ser até em cima do tapete da sala.

Leia também